Prefeitura de Selvíria campanha de Março 2020

Filho de empregada e pedreiro, jovem é aprovado em medicina após rotina de 16 horas de estudo em MS

Facebook Twitter

g1

Filho de empregada e pedreiro, jovem é aprovado em medicina após rotina de 16 horas de estudo em MS

O estudante Daniel Araújo da Costa, de 19 anos, foi aprovado em medicina na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) após rotina de 16 horas diárias de estudo. Filho de empregada doméstica e pedreiro, o jovem fala que possui "eterna gratidão" aos pais, que o incentivaram a se dedicar aos estudos integralmente, até a realização do sonho.

"Meus pais pagaram um cursinho on-line neste ano de 2019 e, no ano anterior, eu já tinha conseguido passar em enfermagem. Eu chegava 6 horas na faculdade e só saía umas 22 horas durante a semana. Nunca desisti do sonho em medicina, mesmo uma professora dizendo uma vez que 'eu não tinha perfil para isso'. Meu amigo até tentou me defender, mas, eu não consegui falar nada e também não ia discutir com uma professora", relembrou ao G1 o estudante.

Segundo Araujo, o preconceito acontece de quem "a gente menos espera". "Eu sempre estudei em colégio público e estava tendo uma aula de sociologia. O assunto virou medicina e a professora sabia que eu fazia o curso técnico de enfermagem, mas, mesmo assim disse que medicina não tinha a ver comigo. Ela nem imaginava o quanto eu batalhava por isso em silêncio e, graças ao incentivo da minha família e minha namorada, consegui ser aprovado", comentou.


Aline Moura
AEMS

Compartilhe e faça seu comentário