"Não teremos mais radares móveis no Brasil, a partir da semana que vem", diz Bolsonaro

Facebook Twitter

Arquivo

O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã desta segunda-feira (12), em Pelotas (RS), da cerimônia de inauguração de 47 quilômetros duplicados da BR-116, no sul do Estado. Em sua segunda visita oficial ao Rio Grande do Sul, o presidente chegou ao local da solenidade às 11h e foi saudado aos gritos incessantes de "mito" por apoiadores.

Durante seu discurso, o presidente falou que "está brigando na Justiça" para acabar com pardais e lombadas eletrônicas no país. Segundo ele, "vamos acabar com essa roubalheira".

— A partir da semana que vem, não teremos mais radares móveis no Brasil — prometeu.

Críticas recorrentes aos controladores de velocidade

As críticas de Bolsonaro aos controladores de velociade — e as promessas de acabar com eles — não são de hoje. Em março, o presidente já havia defendido o fim das lombadas eletrônicas nas rodovias. Na oportunidade, afirmou que os equipamentos em funcionamento seriam mantidos só até o final dos contratos.

Em maio, Bolsonaro disse que pretendia acabar com os radares móveis nas rodovias federais. Em entrevista a jornalistas, afirmou que os dispositivos que flagram motoristas que excedem o limite de velocidade permitido é uma "armadilha".
AEMS
Plenitude WebTv

Compartilhe e faça seu comentário