Selvíria Outubro

Com alteração na Receita, Centro Internacional de Negócios orienta sobre habilitação do RADAR

Facebook Twitter

Rerpodução

Com alteração na Receita, Centro Internacional de Negócios orienta sobre habilitação do RADAR

Os empresários sul-mato-grossenses já podem contar com o auxílio do CIN/MS (Centro Internacional de Negócios de Mato Grosso do Sul) para tirar dúvidas sobre as novas regras para habilitação do RADAR (Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros). A coordenadora do CIN/MS, Nathalia Alves, explica que o serviço de consultoria em comércio exterior para habilitação desse registro está à disposição dos interessados que estejam em busca de orientações para reabilitar o documento e, assim, manter-se legalizado para realizar operações no mercado externo.

Em maio deste ano, a Receita Federal alterou a Instrução Normativa nº 1.603, que estava em vigência desde 2015, e pegou de surpresa muitas empresas que atuam no comércio exterior. Com a mudança, o prazo de validade do RADAR foi reduzido de 18 para seis meses, sendo que o documento é obrigatório para importação e exportação e, sem ele, não é possível realizar qualquer operação de comércio exterior.

“As empresas que já tinham o RADAR com prazo de validade de 18 meses e que não operaram nos últimos seis meses tiveram o documento suspenso, impedindo a realização de operações no comércio exterior ”, pontuou Nathália Alves, completando que empresas interessadas em adquirir o RADAR precisam reunir e apresentar documentos que comprovem sua existência e atestem sua capacidade financeira. “Negócios já constituídos ou recém-abertos poderão fazer a solicitação”, acrescentou.

Porém, conforme a coordenadora o CIN/MS, algumas informações acerca do histórico da empresa podem fazer a diferença no momento de submeter o pedido do RADAR à Receita Federal, facilitando, ou não, a obtenção do documento. Os interessados em mais informações sobre este e outros serviços do CIN podem ligar no telefone (67) 3389-9254 ou comparecer pessoalmente na sede do Centro, que funciona no prédio da Incubadora Sindical da Fiems em Campo Grande, durante o horário comercial.
AEMS
Plenitude WebTv

Compartilhe e faça seu comentário