PMTL - Natal Mágico - 06 a 14/12

Em MS, homem que mandou matar mãe queimada é condenado a 10 anos de prisão

Facebook Twitter

Divulgação

Em MS, homem que mandou matar mãe queimada é condenado a 10 anos de prisão

Renato Rosa Gomes, 30 anos, foi condenado a 10 anos e 6 meses de prisão pela tentativa de assassinato da mãe, em julho de 2015, na cidade de Maracaju. O júri aconteceu na terça-feira (4).

Segundo a denúncia do Ministério Público, o auxiliar de pedreiro prometeu droga para que Aparecida Farias de Souza, 34 anos, cometesse o crime. A mulher recebeu a mesma sentença que Renato. Os dois seguem detidos na PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

A vítima, Eliete Albuquerque Rosa sofreu lesões graves, com queimaduras de 2º e 3º graus na face, tronco e abdômen. No dia do crime, a mulher se sentiu incomodada com o volume alto do som que vinha da casa, onde o filho e Aparecida consumiam bebidas alcoólicas, e acionou a Polícia Militar.

Após a saída da PM, Aparecida jogou um líquido inflamável na vítima e Renato ateou fogo com isqueiro. O filho presenciou o corpo da mãe sendo consumido pelas chamas e nada fez para ajudá-la. Após o crime, a mulher conseguiu pedir socorro para uma filha que acionou o socorro.

Eliete relatou que era, frequentemente, ameaçada pelo filho.
AEMS - Novembro 2018

Compartilhe e faça seu comentário