PMTL - REFIS - 12/11 a 30/11

Enem 2018: redação é sobre "manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet"

Facebook Twitter

Enem 2018: redação é sobre

O tema da prova de Redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018 é "manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet". A informação foi confirmada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) logo após o início das provas do primeiro dia, na tarde deste domingo (4).

A redação do Enem deve ser dissertativa-argumentativa, com no mínimo sete linhas e máximo de 30, e ser desenvolvida a partir da situação-problema e de subsídios oferecidos pelos textos motivadores.  

Na opinião de Camila Felipe, professora de Redação do Unificado, a formulação torna o tema deste ano "complexo" pela sua descrição longa e pela abrangência:

—  E contém uma armadilha. Alertamos que qualquer tema em que o estudante tenha a tentação de usar as eleições de 2018 como exemplo é perigoso. Fazer isso é uma má ideia.

Segundo Camila, há riscos de o autor redigir um texto partidário ou ainda de simplificar o tema e, assim, desviar-se de componentes essenciais dele.  

Além da redação, neste domingo são aplicadas as provas de Linguagens e Ciências Humanas. No próximo fim de semana, os candidatos farão os testes de Matemática e Ciências da Natureza.

As provas começaram às 13h30min e os participantes terão cinco horas e 30 minutos para resolvê-las.   A partir das 19h, o site de GaúchaZH contará com a correção da prova em tempo real feita por professores do Unificado.


Cinco competências avaliadas na redação

- Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.
- Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.
- Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
- Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
- Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.


Temas das 10 últimas edições:

2017: Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil
2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil
2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira
2014: Publicidade infantil em questão no Brasil
2013: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil
2012: Movimento imigratório para o Brasil no século 21
2011: Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado
2010: O trabalho na construção da dignidade humana
2009: O indivíduo frente à ética nacional
2008: Como preservar a floresta Amazônica: suspender imediatamente o desmatamento; dar incentivo financeiros a proprietários que deixarem de desmatar; ou aumentar a fiscalização e aplicar multas a quem desmatar.
AEMS - Novembro 2018

Compartilhe e faça seu comentário