PMTL - REFIS - 12/11 a 30/11

Cabeleireira já teria esfaqueado cunhado antes de matar vendedor em briga de trânsito

Facebook Twitter

Cabeleireira já teria esfaqueado cunhado antes de matar vendedor em briga de trânsito


A cabeleireira Joice Espíndola da Silva, de 35 anos, acusada de matar a facadas o vendedor Camilo de Freitas, no trânsito da cidade de Três Lagoas, também já teria esfaqueado o cunhado.

Em agosto de 2018, o ministro Felix Fishcher do Supremo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul negou o pedido de liberdade de Joice.  Foi levado em consideração o antecedente criminal da cabeleireira que foi enquadrada na categoria de alta periculosidade.

A tentativa de homicídio contra o cunhado teria ocorrido enquanto a família preparava o jantar.

Nos autos do processo o ministro ainda pontua que existem provas da existência do crime e indícios suficientes da autoria e a prisão preventiva foi decretada para a garantia da ordem pública.

A defesa entrou com recurso da decisão e aguarda o parecer do Supremo Tribunal Federal (STF).
Nico Cabeleireiro

Compartilhe e faça seu comentário