PMTL - REFIS - 12/11 a 30/11

Alunos da Escola Municipal "Gentil Rodrigues Montalvão" conhecem Aeroporto Municipal de Três Lagoas

Facebook Twitter

Foto - Divulgação

Alunos da Escola Municipal

A partir da vontade das crianças de conhecer aviões, a Escola Municipal "Gentil Rodrigues Montalvão" de Três Lagoas levou seus alunos de cinco anos para o Aeroporto Municipal "Plínio Alarcon" nesta quarta-feira (12) com o intuito de finalizar o projeto "Entre o Céu e a Terra. Brincando e Aprendendo com os Aviões".

Com o objetivo de estimular a leitura e criatividade das crianças, além de incentiva-las a acreditar na possibilidade de um dia voar, várias atividades ligadas ao tema foram desenvolvidas com os alunos em sala de aula, a partir da curiosidade das crianças em ver as aeronaves sobrevoar a escola, entre elas estavam poesias e confecção de passaportes e aviões com materiais recicláveis. Conhecer de perto o aeroporto com um avião pousando e decolando foi à conclusão do projeto.

Shaila Júlia de Oliveira Cruz, de 6 anos, disse que "foi muito legal ver o avião voando. Sempre víamos eles passando em cima da escola, mas eu só via a barriga dele e hoje vamos ver de perto", disse.

DIGNO DE LOUVOR

Para a superintendente do aeroporto, Sayuri Baez, o projeto é digno de louvor. "A ideia é nobre e louvável porque a criança cresce com este dia na cabeça e passam a sonhar em um dia também embarcar e desembarcar de um avião. Um menininho me disse que quando crescer será um piloto de avião tendo uma perspectiva de futuro. Sabemos que o conhecimento é tudo na vida de uma criança e foi lindo acompanhar o final deste projeto aqui no nosso aeroporto", disse.

Já para a professora que desenvolveu o projeto, Gabrielle Cássia Matos Garcia, "é muito bonito ver a alegria e empenho destes alunos com as atividades que desenvolvemos em sala de aula conhecendo os meios de transportes, identificando as aeronaves, os profissionais e como é dentro de um avião" disse.

Gabrielle ainda explicou que "é importante mostrarmos para essas crianças que este não é um sonho impossível. O intuito é plantar essa sementinha no coração delas para que no futuro, quando tiverem a profissão deles ou em uma oportunidade que possam vir a ter, elas se lembrem desse dia e do quanto foi importante sonhar e ter esse objetivo como meta", pontuou a professora.
Nico Cabeleireiro

Compartilhe e faça seu comentário