PMTL - REFIS - 12/11 a 30/11

Justiça emite mandado de prisão contra Rodrigo Souza, filho de Reinaldo

Facebook Twitter

Justiça emite mandado de prisão contra Rodrigo Souza, filho de Reinaldo

A Justiça emitiu um mandado de prisão contra Rodrigo Souza e Silva, filho do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Ele é implicado nas investigações da Operação Vostok, que apura um esquema de corrupção envolvendo o alto escalão do governo estadual.

Segundo apurou a reportagem, o advogado de Rodrigo teria firmado um compromisso com a PF de apresentar seu cliente.

A cúpula do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) é alvo de uma operação da Polícia Federal que apura suposto esquema de pagamento de propinas em troca de benefícios fiscais em Mato Grosso do Sul. Também estão entre os implicados o deputado estadual Zé Teixeira (DEM), preso na manhã desta quarta-feira (12), e o ex-deputado federal tucano e atual conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado), Marcio Monteiro.

As investigações começaram em janeiro deste ano, após trechos da delação dos donos da JBS confirmarem denúncias anteriores sobre a suposta emissão de notas fiscais frias emitidas por pessoas ligadas ao tucano. O parlamentar Zé Teixeira teria emitido R$ 1,6 milhão em notas frias da venda de bois.

Ex-secretário da Sefaz que foi indicado ao TCE-MS por Reinaldo, o conselheiro Márcio Monteiro teria, segundo os irmãos Joesley e Wesley Batista, emitido outros R$ 333 mil em notas frias.

A PF limitou-se a dizer, por meio de nota, que parte da propina paga aos integrantes do atual governo se deu antes mesmo que Reinaldo tomasse posse como governador. O Jornal Midiamax já havia publicado, no começo do mês de agosto, a informação de que a JBS antecipou, na campanha de 2014, dinheiro de suposto pagamento de propina a Reinaldo Azambuja.

Operação

A Polícia Federal divulgou que aproximadamente 220 policiais federais cumprem 41 mandados de busca e apreensão e 14 mandados de prisão temporária, no âmbito da Operação Vostok, em Campo Grande, Aquidauana, Dourados, Maracaju, Guia Lopes de Laguna, e no município de Trairão, no Estado do Pará.

Além destes, também foram cumpridos outros três mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Estadual do Mato Grosso do Sul, pedidos pelo MP-MS (Ministério Público Estadual), de ações, que segundo a PF, têm o mesmo objeto ligado aos fatos investigados em âmbito federal.
AEMS - Novembro 2018

Compartilhe e faça seu comentário