PMTL - REFIS - 12/11 a 30/11

PSG oferece R$ 1,2 bilhão para tentar tirar Coutinho do Barcelona

Facebook Twitter

PSG oferece R$ 1,2 bilhão para tentar tirar Coutinho do Barcelona

Tal como aconteceu no início da última temporada, o Paris Saint-Germain volta a assombrar o Barcelona na janela de transferências de verão do futebol europeu. De acordo com o jornal espanhol Mundo Deportivo, o clube francês pretende fazer com Philippe Coutinho o mesmo que fez com Neymar, preparando uma oferta ‘irrecusável’ para tirar o meio-campista do Camp Nou e levá-lo ao Parque dos Príncipes.

Segundo a publicação, a proposta seria ainda maior do que a feita por Neymar, que se tornou o jogador mais caro da história do futebol ao ser vendido por 222 milhões de euros (R$ 824 milhões na cotação da época). Desta vez, a cifra giraria em torno de nada menos que 270 milhões de euros (equivalente a mais de R$ 1,2 bilhão), o que faria com que o camisa 14 do time catalão superasse o companheiro de Seleção Brasileira e se tornasse o novo jogador mais caro da história.

O PSG já teria entrado em contato com os representantes de Coutinho para sinalizar o interesse e suas pretensões de formalizar a astronômica oferta citada. No entanto, no que depender do Barça, que ainda não recebeu qualquer tipo de ligação por parte dos franceses, o brasileiro não está à venda. Desta forma, o único jeito de tirar o meia do Camp Nou seria mediante o pagamento de sua multa rescisória, avaliada em 400 milhões de euros.

Coutinho chegou ao Barcelona na metade da última temporada, após difíceis negociações com o Liverpool, seu ex-time. O jogador custou cerca de 125 milhões de euros aos cofres blaugranos e tem contrato até junho de 2023 com o clube catalão. Em pouco mais de seis meses ao lado de Lionel Messi e Luís Suárez, o meio-campista foi responsável por 10 gols e seis assistências em 22 partidas disputadas nos títulos do Campeonato Espanhol e da Copa do Rey.

BUFFON CHEGA

Após 17 anos e muitos títulos, Gianluigi Buffon não vestirá mais a camisa bianconera da Juventus e, sim, a do Paris Saint-Germain, na França. Após ter anunciado sua contratação de um ano na última sexta-feira, o clube apresentou o goleiro na manhã desta segunda-feira, no Parque dos Príncipes.

“Eu senti que ainda havia algo dentro do meu coração que precisava dar. Cheguei a Paris com o entusiasmo de uma criança… Esta nova aventura pode me fazer progredir como homem e jogador. Haverá ambição por resultados. A Liga dos Campeões não é uma obsessão”, iniciou o arqueiro, que ainda não possui, em seu vasto currículo, um título da Champions League. “Eu sempre procurei novos desafios. Hoje tive meu primeiro treinamento em Paris. Foi muito bom me comunicar e ouvir uma nova língua”.

Ele ainda apostou em um bom resultado da seleção francesa na Copa do Mundo, que enfrenta a Bélgica na terça-feira, às 14h (de MS), e disse acompanhar bastante o PSG nos últimos anos. “Eu acho que a França chegará à final da Copa do Mundo com um excelente treinador… (Com relação ao PSG) Tenho acompanhado nos últimos anos. Estava curioso para ver o que conseguiria fazer. É preciso tempo para concluir grandes ambições”, finalizou.

Nas redes sociais do PSG, o italiano falou em bom francês, assim como no início de sua apresentação, e já conseguiu conquistar alguns torcedores. “Bom dia. Estou muito contente com vocês e estou extremamente excitado com esta nova aventura”, disse enquanto caminhava pelo Parque dos Príncipes.

Buffon chegou na Juventus em 2001, vindo do Parma como a transferência mais cara de um goleiro. Na Velha Senhora, conquistou 18 títulos, entre eles nove Campeonatos Italianos, e, individualmente, possui 40 prêmios na carreira, além das aparições e título da Copa de 2006 com a seleção italiana.


Nico Cabeleireiro

Compartilhe e faça seu comentário