PMTL - FESTA DO FOLCLORE de 13/08 a 18/08

Alunos da Escola do Sesi de Aparecida do Taboado apresentam trabalho sobre redes sociais

Facebook Twitter

Foto: Divulgação

Alunos da Escola do Sesi de Aparecida do Taboado apresentam trabalho sobre redes sociais

Os alunos do 7º ano do Ensino Fundamental da Escola do Sesi de Aparecida do Taboado apresentam aos demais colegas trabalho sobre as redes sociais e como elas podem ser utilizadas no processo de aprendizagem. Sob a coordenação da professora Rosa Maria Oliveira, que leciona a disciplina de Língua Portuguesa, os estudantes trabalharam o tema Fake News por meio de pesquisas e exposições de cartazes.

Além disso, para finalizar esse trabalho, os alunos do 7º ano fizeram o curso sobre redes sociais oferecido na modalidade EaD (Educação a Distância) pelo portal Sesi Educação. “Com o avanço tecnológico, o acesso à Internet leva cada vez mais os brasileiros à inclusão nos ambientes digitais, e as redes sociais ocupam uma posição de destaque nas estatísticas sobre o tema”, pontuou a diretora Silvia Watanabe.

Ela completa que, sem dúvida, estamos diante de um grande fenômeno o que permite acesso à informação global, aprendizado cultural, política, lazer, relacionamento social e profissional. “As redes sociais são meios de comunicação que interligam pessoas por área de interesse de forma virtual, com rapidez de divulgação independente da distância e com custo irrisório. Diante de tanta facilidade e amplitude, é certo que surgem pontos negativos que precisam ser tratados com muito cuidado, atentando para o uso correto das
diversas ferramentas disponíveis na tecnologia”, analisou.

A diretora completa que a facilidade que as redes sociais são utilizadas para divulgação de cultura, lazer e importantes informações, também são utilizadas para difamação, fofocas e intrigas que destroem relacionamentos e causam constrangimento às vítimas, além de atentados, apologia a crimes, maus tratos contra os animais e violações dos Direitos Humanos como aliciamento, incentivo ao racismo, neonazismo, homofobia e intolerância religiosa. “Os alunos transmitiram aos demais o que aprenderam e levantaram reflexões como quais os cuidados necessários quanto ao uso correto das redes sociais”, falou.

Todos precisam compreender que o mundo virtual faz parte do mundo real e se cuidamos de nossa segurança com muros e grades em nossas casas, devemos também ter noção em preservar nossa privacidade. “Vivemos num mundo violento e os riscos são muitos: golpes, sequestros falsos e verdadeiros, pedofilia, ameaças e chantagens que muitas vezes, o medo e o constrangimento é tanto que evitamos sair de casa para não sermos alvo de chacotas, críticas, julgamentos equivocados e exclusões sociais, nada melhor do que conscientizar nossas crianças sobre este assunto”, afirmou a diretora.

A professora Rosa Maria Oliveira acrescenta que é de extrema importância mostrar aos jovens os perigos que o mau uso da Internet pode fazer em sua vida, assim como todos os benefícios que ela nos proporciona. “Foi de suma importância os próprios alunos do 7º ano, relatarem o que aprenderam aos demais alunos”, ponderou.

“No sábado letivo, apresentamos um trabalho sobre redes sociais, foi muito legal, aprendemos muita coisa, como: os perigos da Internet, cyberbullying, relacionamentos virtuais e etc. Agora todos estamos alertas sobre a internet e os seus perigos, o mais interessante foi que os alunos não ficaram com vergonha de apresentar, foi lindo e muito importante para as pessoas de todas as idades”, falou a estudante Isabela Gotardo.

“A importância da palestra é que nos mostrou, que nós jovens temos que saber cuidar da vida na rede social, porque podemos usar muitas coisas ao nosso favor, mas se não tomarmos cuidado, e não ficarmos atentos, coisas ruins poderão acontecer e que muitas vezes é um caminho sem volta. Gostei de ter assistido os alunos do 7º ano”, completou o aluno Luiz Felipe Fratari.
Nico Cabeleireiro
SEGOV - Outubro - Agência BW3

Compartilhe e faça seu comentário