PMTL - IDEB - 17/09 a 29/09

Temer completa dois anos de Presidência com alta rejeição e queda da inflação

Facebook Twitter

Tábata Rauschkolb

Temer completa dois anos de Presidência com alta rejeição e queda da inflação

O presidente Michel Temer completa dois anos de Presidência nesse sábado (12), o governo comemora a redução na taxa de juros e a queda na inflação, mas coleciona altos índices de rejeição, aumento nos índices de desemprego e redução no número de pessoas trabalhando com carteira assinada.

A taxa de desemprego no país atingiu o maior índice desde maio de 2017, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística),13,1% dos brasileiros em idade produtiva estão desempregados, o que representa 13,7 milhões de pessoas.

Com relação ao número de empregos com carteira assinada os números também não são animadores. Os empregos com carteira assinada caíram – 1,5% em relação ao mesmo período do ano passado, isso representa uma redução de 493 mil postos de trabalho formal.

Michel Temer ainda enfrenta investigações da Polícia Federal por suposto esquema de corrupção envolvendo a MP (Medida Provisória) dos Portos, além das duas denúncias que sofreu e foram barradas pela Câmara dos Deputados em 2017.

A aprovação do presidente, segundo a pesquisa Datafolha é de 6%, os índice mostram que 70% da população consideram o governo ruim ou péssimo.
AEMS - Outubro 2018

Compartilhe e faça seu comentário