PMTL - Natal Mágico - 06 a 14/12

Eu não rezo para nada, diz suspeito de matar a namorada com cotovelada

Facebook Twitter

(Foto: Arquivo Pessoal)

Eu não rezo para nada, diz suspeito de matar a namorada com cotovelada

Jaqueline, de Mogi das Cruzes, morreu após levar um cotovelada do namorado

"Eu não rezo para nada”, teria dito o homem suspeito de matar a namorada com uma cotovelada na madrugada desta sexta-feira (11), em Mogi das Cruzes, em uma mensagem de áudio enviada à prima da vítima momentos depois do crime. “Cê viu como é que eu tava, alteradão, acabei fazendo besteira. Dei logo um pancadão na Jaque, ela caiu lá desmaiada no chão e vim embora. Não adianta ser conivente com o errado”, completou.

O suspeito ainda teria ameaçado a prima da vítima. “A Jaque teve o dela lá. Ela tá lá no hospital de ambulância e vai sobrar para você também”, continua.

De acordo com o Instituto Médico Legal (IML) de Mogi das Cruzes, Jaqueline Aparecida Lopes de Moraes, de 19 anos, morreu por traumatismo craniano.

Testemunhas disseram à polícia que ela e o namorado começaram uma discussão na porta da casa da jovem, no distrito de Jundiapeba. A discussão evoluiu e o suspeito teria dado uma cotovelada na vítima, que caiu no chão e bateu o rosto. O caso foi a 0h15, na Avenida Peru.

Depois da agressão, o namorado de Jaqueline fugiu, segundo o boletim de ocorrência. A menina foi socorrida por parentes e vizinhos até uma Unidade Básica de Saúde (UBS) do distrito, mas já chegou no local sem vida.


Nico Cabeleireiro

Compartilhe e faça seu comentário