Adolescente é apreendido e diz que matou menino após ele reagir a tentativa de abuso, diz polícia

Facebook Twitter

G1

Adolescente é apreendido e diz que matou menino após ele reagir a tentativa de abuso, diz polícia

A Polícia Civil apreendeu o adolescente de 17 anos que era investigado pela morte de Vítor Figueiredo Rodrigues, de 10 anos. Ele confessou e será encaminhado à Unidade Educacional de Internação (Unei), em Dourados.

De acordo com o delegado André Luiz Novelli Lopes, o adolescente contou que havia passado a madrugada de domingo (11) em uma balada e ao se aproximar da casa do pai, se deparou com o menino na rua.

Ele atraiu o menino à casa do pai após lhe oferecer um tênis. Não havia mais ninguém no imóvel e então o adolescente tirou a bermuda do menino e tentou estuprá-lo.

Ainda na versão do garoto, a criança reagiu, gritou e chorou. Para que ficasse quieto, o adolescente o esganou e acabou mantando-o. Ele colocou o corpo nos ombros e o colocou no telhado da garagem da casa vizinha, onde o cadáver foi encontrado em estado de putrefação na manhã de terça-feira (13).

O corpo estava nú. Ao lado estavam a bermuda e os chinelos que a vítima usava na hora da abordagem e um casaco de moletom do suspeito, que após a morte, avisou a mãe pelo celular sobre o que havia feito.

Desaparecimento

Vítor desapareceu por volta das 8h (de MS) de domingo (11). Ele foi abordado logo após sair de casa em direção à residência da avó, onde a mãe o aguardava. Um trajeto de cerca de 100 metros, aproximadamente uma quadra e meia de distância.

O padrasto tomava banho quando o menino saiu. Cerca de 5 minutos depois, a mãe ligou para o esposo pedindo para Vítor levar uma panela de pressão à avó. Eles então verificaram que havia algo errado, passaram a procurar pela criança e avisaram a polícia.

O caso começou a ser investigado, o menino procurado e na manhã de terça-feira a moradora da casa onde o corpo foi encontrado sentiu cheiro forte a avisou a polícia.

Investigação

Conforme a polícia, o telhado da casa do pai do adolescente faz exatamente divisa com o local onde o corpo foi encontrado. Diante dessa situação e dos resultados dos exames periciais no local e necroscópico, os policiais chegaram ao garoto, que confessou.
Nico Cabeleireiro
PMTL - CIDADE EM OBRAS 09 a 31/07

Compartilhe e faça seu comentário