PMTL - REFIS - 12/11 a 30/11

Operário goleia Comercial no Morenão

Facebook Twitter

Reprodução

Operário goleia Comercial no Morenão

O clássico Comerário aconteceu neste sábado (10) pela 188ª vez e teve nome: Rodrigo Grahl. O atacante do Operário marcou três vezes na goleada por 4 a 1 sobre o Comercial, repetindo placar que não acontecia há 34 anos, e levou o Galo a liderança isolada do grupo A do Campeonato Estadual. A partida, no Estádio Morenão, foi adiada da segunda rodada para que se pudesse conseguir a liberação do estádio para o torcedor, mas o público de 1202 pagantes, com renda de R$ 16.390,00 ficou bem abaixo do esperado.

A partida começou com o Comercial marcando melhor e dificultando a saída de bola do adversário. Tanto que erros do Operário quase proporcionaram o gol colorado em duas oportunidades, em uma delas com a bola sendo interceptada quase em cima da linha do gol. Na primeira chegada do Galo, o placar foi aberto. Aos 11 minutos, Igor Vilela toca para Rodrigo Grahl que lança para Jeferson Reis na esquerda. O atacante dominou e, próximo à área, bateu cruzado, sem chances para o goleiro Rubens, marcando um golaço.

Aos 40, o lateral Andrey tocou errado pelo meio e a bola sobrou limpa para Jeferson Reis na frente de Rubens. O chute foi defendido pelo goleiro, evitando o segundo gol do Galo. No minuto finais, o Comercial pressionou em busca do empate e teve uma série de três escanteios, todos com perigo e, no primeiro, Pereira teve que se virar para evitar o gol olímpico, mas o intervalo chegou com 1 a 0 para o Galo.

Depois do intervalo, Tilico promoveu a estreia do atacante Jô e este não demorou para marcar. Aos 12 minutos, Danielzinho avançou pela direita e cruzou e Jô, em cabeceio de manual, empatou o jogo. O gol empolgou o time vermelho que até poderia ter virado se não fosse o goleiro adversário.

Aos poucos o Operário retomou o controle do jogo e, à partir daí, Rodrigo Grahl passou a ser o nome do jogo. Aos 26 minutos, Fernandinho lançou o atacante na área e ele, livre, bateu na saída de Rubens, recolocando o Galo na frente. O terceiro gol foi ainda mais fácil e o trabalho todo foi feito por Vanderley, que entrou durante o segundo tempo. Ele recebeu pela direita aos 38, deu um drible desconcertante em Andrey já na área e tocou para Grahl, livre, dominar e rolar para o gol vazio. A goleada se caracterizou aos 46. Em contra-ataque, Vanderley lançou Grahl que avançou livre e tocou na saída de Rubens, fechando o placar em 4 a 1.

Grupo A

A goleada no clássico coloca o Operário provisoriamente na liderança isolada da chave com sete pontos em três jogos e espera a partida deste domingo entre Novo e ABC para saber se terá companhia na primeira posição. O Comercial, que tem apenas um ponto, segura a lanterna.

Os dois times voltam a se enfrentar no próximo domingo (18), agora pelo segundo turno da primeira fase. Antes, o Operário volta novamente suas atenções para a Copa Verde. Na próxima quinta-feira (15) vai ao Mato Grosso enfrentar o Cuiabá-MT e precisa de um empate para avançar para as quartas de final. O Comercial busca reabilitação contra o Costa Rica, na quarta (14), no Estádio Laertão.
AEMS - Novembro 2018

Compartilhe e faça seu comentário